Menu

KKL leva solidariedade aos moradores do perímetro de Gaza

2018-11-06 - Uncategorized

O KKL convidou os moradores da vizinhança de Gaza para um dia de festa e de experiência no Centro do Campo da Floresta Nes Harim, e deu a eles algumas horas de descanso do estresse em casa.

A combinação de crianças em férias,  com alarmes, explosões de interceptações, incêndios e pressão constante é a realidade cotidiana dos moradores das comunidades que cercam a Faixa de Gaza atualmente.  Enquanto muitas famílias desfrutam de férias e atividades durante os dias quentes de verão, as famílias no Sul acabam ficando  em suas moradias por causa da falta de segurança.

Diante deste cenário, o KKL decidiu se solidarizar com  esses moradores de forma a permitir que crianças e adultos pudessem sair, nem que fosse pelo menos por um dia, da difícil rotina vivida nessa região.

Cerca de 500 pessoas, crianças e adultos das comunidades vizinhas de Gaza foram recebidas na sexta-feira, 3 de agosto de 2018, para um dia de atividades e atrações gratuitas em um Centro de Campo na Floresta Nes Harim, perto de Jerusalém.

O Centro de Campo fica em frente à espetacular paisagem dos montes de Jerusalém e conta com alojamento, um moderno centro de treinamento e salas de aula bem equipadas. Diversos grupos de todo o país costumam vir ao local para realizarem  workshops,  atividades educacionais, conferências e eventos, tendo como pano de fundo a incrível natureza do local.

Durante todo o dia, as famílias desfrutaram de atividades esportivas como bola ao cesto,  pingue-pongue, futebol de mesa, bilhar, além de  brincadeiras com escadas e cordas na quadra esportiva.

Em diferentes locais da floresta aconteceram oficinas de sobrevivência,  atividades artísticas como mosaicos, além de um local com contadores de histórias.

As crianças também participaram de uma apresentação teatral onde aprenderam sobre a história e as atividades do KKL,   cantaram e dançaram juntamente com seus pais e familiares e puderam se esquecer por algumas horas da rotina estressante da região de Gaza.

Comments

comments

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *