Menu

Conib se solidariza com os judeus franceses por atos antissemitas

2018-03-29 - Uncategorized

A Conib enviou carta ao CRIF (Conselho Representativo das Instituições Judaicas da França), manifestando solidariedade com a comunidade judaica francesa pelos recentes atos de antissemitismo no país. “Os ataques contra cidadãos e cidadãs franceses de origem judaica repetem-se de forma exasperadora. Eles são provas indeléveis de como a chaga do antissemitismo se fortalece na Europa – e na França em especial. A única reação possível a essa onda de ódio é resistir. Resistir e perseverar. Como sempre temos feito ao longo de nossa história. Que esses ataques estejam ocorrendo na França, a primeira nação na diáspora a conceder direitos de cidadania aos judeus, torna este momento ainda mais simbólico, crítico e doloroso”. Leia abaixo a íntegra da carta:

Caro Presidente e amigo Francis Kalifat,

A comunidade judaica brasileira, por meio de sua representante, a Conib, solidariza-se com a comunidade judaica francesa, pelos mais recentes atos de antissemitismo em seu país. Os ataques contra cidadãos e cidadãs franceses de origem judaica repetem-se de forma exasperadora. Eles são provas indeléveis de como a chaga do antissemitismo se fortalece na Europa – e na França em especial.

A única reação possível a essa onda de ódio é resistir. Resistir e perseverar. Como sempre temos feito ao longo de nossa história. Que esses ataques estejam ocorrendo na França, a primeira nação na diáspora a conceder direitos de cidadania aos judeus, torna este momento ainda mais simbólico, crítico e doloroso.
No Brasil e em outras partes do mundo, velhos preconceitos e ódios antissemitas são renovados e muitas vezes disfarçados pelo antissionismo. E eles são ainda potencializados pelas novas e poderosas tecnologias de comunicação e difamação.

O que acontece aos judeus franceses não fica na França. O brutal assassinato da Sra. Mireille Knoll é mais um sinal de alerta e mais um chamado para a ação. 
Precisamos fazer mais. 

Nós podemos e devemos ajudar as sociedades em que vivemos a travar esse indispensável combate contra ódios e fanatismos. Aprendemos a saber até onde eles podem chegar.
Contem conosco, nessa luta que é de todos”

Fernando Lottenberg (presidente da Conib) e Eduardo Wurzmann (secretário-geral da Conib).

Comments

comments

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *