Câmara Brasil – Israel de Comércio e Industria e Sales Brain realizam palestra sobre a utilização do Neuromarketing

Como entender os desejos, impulsos e motivações das pessoas? Como acessar o verdadeiro tomador de decisões no cérebro dos clientes?  As respostas podem estar no Neuromarketing, um novo campo do marketing que estuda a essência do comportamento do consumidor e é considerado uma chave para o entendimento da lógica de consumo.

 

Antenada nesta nova ciência, a Câmara Brasil – Israel de Comércio e Indústria e a Sales Brain, primeira agência mundial de neuromarketing, com sede em São Francisco e filial no Brasil, realizaram no dia 18 de outubro, no Cubo, a palestra “Como capturar, convencer e fechar negócios cientificamente”.

 

A capacitação foi ministrada por Renato Sneider, representante no Brasil da Sales Brain, que utiliza o NeuroMap, primeiro e único modelo mundial de Neuromarketing, com mais de 120 mil executivos treinados em 25 países.

 

Renato deu detalhes sobre o funcionamento do cérebro e de como acontece o processo de tomada de decisão, destacando os estímulos que ativam uma área do nosso cérebro chamada de sistema reptiliano. Além disso, destacou de que maneira o Neuromap nos ajuda a entender e a mensurar as mudanças fisiológicas das pessoas quando elas nos respondem, de forma a entender o cérebro dos clientes com o objetivo de melhorar as vendas e o marketing.

 

“Desenvolvemos uma metodologia de quatro passos e seis estímulos que vão ajudar a ativar o “botão de compra” no cérebro dos clientes, que são: como diagnosticar a dor, isto é, saber o que o cliente quer;criar apelos diferenciados e com contraste, demonstrar os ganhos e entregar a mensagem para essa área do cérebro, que age muito mais para evitar a dor do que dentro do conceito de desejo e necessidade”, destacou Renato.

 

“As pessoas estão aprendendo a usar cada vez mais a ciência a seu favor, e essa é uma área que vem crescendo muito. Como exemplo, podemos citar o   Prêmio Nobel de Economia de 2017 concedido ao norte-americano Richard H. Thaler, por sua pesquisa sobre economia comportamental”, finalizou Sneider.

Comments

comments

label

About the author

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *